Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Inês Leal

Uma parte da minha historia, passa por aqui!

Inês Leal

Uma parte da minha historia, passa por aqui!

O Mundo para além do que os "outros" dizem...

11070802_10202929170703735_4892042024844571618_n.j

 

Não me interessa como os outros me vêm, interessa-me como eu me sinto.

Passamos os nossos dias preocupados com tudo aquilo que os outros pensam de nos, criando um ético de perfeição para que e para os outros, sejamos sempre "os bonitinhos". Que sejamos sempre correctos, cheios de imperfeições escondidas atrás de um comportamento exemplar e perfeito.

Porque não nos podemos rir naquele local ou daquela situação engraçada que vivenciamos, porque fica mal dar aquela gargalhada que todos vão ouvir e pensar "meu deus a rapariga está louca" porque não devemos levar aquele tipo de roupa para aquela festa, porque não podemos dizer o que pensamos pois vão levar a mal e não fica bem dizer a verdade, somente a mentira. Porque não podemos publicar aquela foto que estamos a fazer uma careta porque vai ficar ridículo e porque temos apenas que mentir.Mentir para agradar os outros e não a nós!!

No nosso facebook quem manda são os outros, os amigos que nós nem conhecemos, mas temos muitos...

oh se temos...

Mas na hora da verdade nem um daqueles que se vê!

E que apesar de não os conhecermos eles de vez em quando lá se manifestam com as suas verdadeiras e duras críticas e só ai agente sabe que "oi esta pessoa existe e falou para mim “. Porque se não eram como tantos outros que se passa na rua e são como estranhos para nós, chamando a atenção apenas por uma cara bonita ou por uma apresentação mais agradável, se tantos (as) …

Somos livres de expressão, mas por vezes não nos podemos exprimir muito, pois se sai qualquer coisa que se pareça mal  é logo  tema de conversa e de opiniões maliciosas dos nossos e nossas "amigas “quando e até então não metem aqueles grandes textos dirigidos às (inimigas) com forma de ameaça tento o objectivo de querer dizer “estas aqui, mas é por pouco”.

O facebook tal como este meu blog, não é um diário, mas é algo em que todos os dias a bem ou a mal damos a conhecer um pouco de nos, dos nossos gostos, das nossas saídas, do nosso dia-a-dia, acabando por nos tornar próximos de todos aqueles que nos rodeiam no mundo virtual, mas próximos não significa amizade, significa apenas que aqueles podem saber um pouco mais de nós do que tantos que nem sequer lá estão. Contudo não quer dizer que não possamos fazer grandes amizades dali, tal como já fiz e tenho grandes amigas que as conheci através de redes sociais.

 

Um dia, em tempos passados, já me preocupei, com opiniões, de pessoas que nem sequer conhecia. Daquela necessidade que as pessoas tinham de se dirigir a nos com o objectivo de nos magoar. Hoje já não sou assim, aprendi a lidar com a falta de formação das pessoas e com a sua falta de maturidade e personalidade.

Hoje, faço o que quero, visto o que quero, dou as gargalhadas que quero e quando quero e sou muito mais feliz que em tempos que tentei ser uma pessoa, mais reservada, mais tímida, mais influenciada, mais tudo aquilo que hoje não sou.

 

Hoje sou mais parva, mas ser parva no bom sentido é tão bom!!!